Os Novos 52 e descaracterização de alguns personagens.


Bem, este blog era pra ter saído á tempos mas por falta de tempo e nomes disponíveis ele acabou atrasando. Muito bem, neste post eu vou tratar dos Novos 52 me remetendo ligeiramente ao universo antigo. O que aconteceu com os personagens que fizeram história ?
Desde Setembro de 2011 nós, os fãs da DC Comics, temos acompanhado (ou não) o que tem se tornado o estopim da discussão destes próprios fãs. Enquanto alguns amam e arduamente pedem a volta do universo antigo, aquele que ficou sem Barry Allen por longos 20 anos, que também perdeu o Batman ( em uma fase que eu devo comentar em breve) e o Superman na épica luta contra o Apocalipse, outros também gostam e defendem a nova fase dos heróis, que perderam mais que suas cuecas.

  Os fãs do Homem de Aço são uns dos que mais sentem falta do herói que eram acostumados a ler antes. Surgem argumentos que vão da perda do escoteirismo do herói á algumas mudanças implicadas em sua cronologia. Pra ser sincero eu nunca  fui muuuito fã do personagem, apenas gosto e respeito muito por ser o 'pai' dos super heróis, mas meu amigo.... o Superman dos Novos 52 é UMA BOSTA  muito ruim.

  Fazia muito tempo que eu não lia a mensal do Super, tipo, tempo pra cacete. A ultima vez que eu havia lido uma mensal do herói foi em 2006 e pra se ter uma ideia a Panini estava colocando teasers de Crise Infinita nas revistas.
  É lógico que não dá pra fazer uma avaliação do que aconteceu com o personagem nesses 8 anos, pelo menos não uma avaliação completa que se sustente e seja consistente. MAS eu não estou aqui pra falar do Superman e sim do UDC em geral.
   Como o titulo diz, alguns personagens infelizmente perderam características importantes. Como importante considere alguns motivos que os fizeram ser queridos como são hoje.

Casualmente eu digo o quanto gosto do Tim Drake. Quando eu comecei a ler Batman ele era o Robin. Eu cresci com o adolescente esperto que tinha descoberto quem era o Batman e o Asa Noturna apenas observando e não pedindo nada em troca para ajuda-los. Eu vi ele sendo adotado e ser tratado como Timothy Wayne e eu vi como ele sofreu quando o Bruce morreu.









O triste é ver que de todos os Robins, o que mais foi mal tratado no reboot foi justo o melhor deles. Até o Jason tem uma mensal que, além de ser péssima, não agrega em nada no universo do morcego. O Grayson sofreu o que sofreu e fizeram ele perder uma identidade que ele usava desde os anos 80 ( na moral, vocês fazem ideia de quanto tempo é isso ? ). Entendem aonde eu quero chegar ?! Eles estão acabando com as situações que nos afeiçoaram ao personagem.
   A DC decidiu transformar Alan Scott e Vibro em Homossexuais e sumiu com o Apolo e o Dr. Meia Noite. Veja bem, não estou reclamando de terem mudado a orientação sexual dos personagens, mas é só você observar que algumas coisas feitas não tinham necessidade de acontecer se eles apenas revisassem o próprio universo.
   Eu aposto que se você tem uns 16, 17 anos você já assistiu o desenho animado da Liga da Justiça que passava nos Novos 52, certo ?! Pois é, se lembra do Wally West e da Helena Bertinelli ? Melhor dizendo, Flash e Caçadora. Recentemente, a DC resolveu reintroduzir esses personagens ao seu universo e sabem o que aconteceu ? Eles voltaram, negros.
   Antes de você dizer que os fãs reclamarem é uma forma de preconceito, quero que você reflita. Seria legal se eles decidissem deixar o Super-Choque ou o Cyborg em um caucasiano ? Galera, mudar a etnia de um personagem consagrado não é legal, é preguiça. Preguiça de olhar no passado e resgatar personagens maneiros como o Sr. Incrível, por exemplo. Até criar novos personagens seria uma melhor saída. Wally foi morto na mesma edição que voltou e eu duvido que ele volte tão cedo. Quanto a Helena....é melhor não falar nada.
  Concluo dizendo que o que quer que aconteça com um personagem, o seu afeto por ele não diminui. Sim, são só desenhos e histórias de fantasia que apesar de tudo nos dão esperança de um mundo melhor. Mas assim como entes queridos, nós não queremos que estes personagens percam os motivos pelos quais nós nos afeiçoamos por eles ao longo dos anos. Podem ser fantasia, mas os sentimentos que eles nos despertam são a mais pura realidade.

Share this

Related Posts

First