Compra Reino do Amanhã logo, porra !

Esse post é especialmente dedicado aos membros do melhor grupo do Facebook, também conhecido como HQ's/SA. 


Já virou piada pronta, sempre que entro no grupo para postar, comentar ou até mesmo para me manter atualizado sobre o que vem acontecendo nos universos que acompanho, sempre há um ou outro com a pergunta : Reino do Amanhã vale a pena ?. É claro que a maioria desses comentários não deve ser levada a sério, mas para aqueles que realmente querem ter mais um motivo para comprar a obra eu decidi escrever este texto, com o objetivo de tirar algumas duvidas sobre tudo.
 

Reino do Amanhã (Kingdom Come no original) é uma Graphic Novel escrita por Mark Waid com desenhos e argumentos de Alex Ross. A primeira coisa que você deve ter em sua mente é que se você espera ver os heróis nos seus dias de glória, vá tirando o cavalinho da chuva. Nesta linha do tempo, que muitos consideram como o final perfeito para o UDC, os heróis não são nada mais que lendas do passado e problemas do presente. A era de ouro ficou no passado, o mundo enfrenta seres que não lutam pelo bem estar da população e sim para o prazer próprio. 
   Talvez o maior trunfo de Waid aqui seja a forma de desenvolver os personagens. Um exemplo que Ross deu em uma entrevista deixa isso bem isso bem claro: "Primeiramente eu queria retratar o Batman como em O Cavaleiro das Trevas. Demoramos muito tempo para escolher um design apropriado para essa nova visão do personagem. Inclusive Waid e eu tivemos a ideia de fazer ele sorrir, o transformando em um personagem mais ameaçador do que ele já é." E meus amigos, como isso funciona bem ! 
  Como todos já estão acostumados a ver, desde as versões antigas as mais recentes, Metropolis e Gotham sempre foram dois lados da mesma moeda. Enquanto uma era quase utópica e possuía um guardião sem nada a esconder, a outra era o berço do crime. Protegida por uma lenda urbana, que foi se fortalecendo cada vez mais. Esses dois personagens que sem duvida alguma, são os maiores heróis de todos os tempos, representam a nossa realidade.
  Metropolis e o Superman são o que nós queríamos que a sociedade fosse. Segura, limpa, incorruptível e um lugar perfeito pra se viver. Enquanto Gotham é o que vivemos. Corrupta, poluída, injusta. Um lugar em que o bem está escondido nas sombras, as pessoas que lutam pelo bem são criticadas e caçadas por outras que só visam seu próprio bem estar. 
   A outra critica perceptível é a juventude. Será que a nova geração está mesmo disposta a destruir valores que demoraram pra serem respeitados, apenas para se auto-satisfazer ?. É claro, orgulho e preconceito sempre existiram e provavelmente sempre vão existir. Mas a forma que a juventude é explorada nessa HQ é ao meu ver, esplendida. Ideais talvez nunca permaneçam os mesmos, podem ser mudados e maquiados com interesses pessoais e isso os acaba destruindo. Os filhos dos antigos heróis, nesse presente, são contra tudo o que seus pais sempre lutaram. 
  O Reino do Amanhã não vale apena só por ter um belo encadernado, bons desenhos ou bom roteiro. Ela vale por que depois do término da leitura, você tem um momento de reflexão e é isso que torna uma HQ clássica. O que ela reflete sobre o passado, presente e o que estamos fazendo com o futuro são explorados a um nível genial. Então, se você estiver com dinheiro aí, compra logo Reino do Amanhã, porra !

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »