Discutindo o DC Extended Universe - Parte 1

São 02:23 da madrugada e eu vou começar a escrever um texto sobre Batman vs Superman : A Origem da Justiça por simples motivos. Dois pra ser mais específico. Primeiro que eu gosto de expressar minhas opiniões aqui sem ter nenhum block criativo e segundo que ESSA PORRA TÁ CHEGANDO, GENTE.



Bom, como nesses meses eu não escrevi nada e provavelmente da última vez que eu escrevi ainda não tinha saindo absolutamente nada, vamos fazer aqui uma breve recapitulação de acontecimentos importantes. Pra ser sincero acho que posso resolver isso em apenas uma linha, vamos lá : Um teaser, dois trailers e um sneak peek de 0:49 seg. Ah vai, cês sabem do que eu tô falando.

Meus amigos e que trailers. Tudo bem que o último, que contou com a graciosa presença de nosso amigo carinhosamente apelidado de Doomzarro não foi láaa essa coisas. MAS, tem coisas incríveis que devem  ser elogiadas aqui. Como por exemplo a frase : "É hora de você aprender o que significa ser um homem" dita pelo glorioso Cavaleiro das Trevas. Quando comecei o blog eu defini meu público com os primeiros 5 textos. DCnautas que sabem o que vêem e sabem o que querem ver. E isso é a prova clara de que esse filme prestou atenção nisso durante sua pré e pós-produção.

Pra quem não pegou a referência, uma coisa similar a essa frase foi dita pelo Batman na quarta e última edição da minissérie original de The Dark Knight Returns, escrita e desenhada pelo mestre Frank Miller que esteve na CCXP deste ano. Se você assim como eu não pôde comparecer, azar o seu. A frase era pouca coisa diferente, de fato mas merece ser dita por que é foda. "Já passou da hora de você aprender o que é ser um homem. (MILLER, 1986)".

Porém devo confessar-lhes que o que mais me chamou a atenção em todo esse material lançado até agora (Além da preocupação do filme em me deixar extremamente ansioso) é o comprometimento que a obra parece ter não só em apresentar algo decente pra concorrer diretamente com a Marvel. Não que a Marvel tenha filmes com conteúdo, mas os caras saíram na frente quando a corrida começou.

Me deixa boquiaberto o cuidado em apresentar esse novo universo, cheio de novos personagens e interações sem confundir ninguém. Como todo bom nerd deve saber, nerds são a raça mais enjoada da internet. Então evite por um dia entrar em uma discussão sobre o filme no Facebook ou em algum fórum e tente achar comentários de pessoas normais que esperam pelo filme tanto quanto nós. E após isso, note o quando o fato da Mulher-Maravilha e do novo Batman estarem no filme não ocupa as mentes preocupadas de nenhum habitante do campo de comentários. Ninguém precisa de filmes de origem pra gostar de um personagem, gente. Vocês acabaram de ver o belíssimo Star Wars : O Despertar da Força e não perceberam isso ainda. Digam-me se foi impossível gostar do Finn, Rey ou Poe só por que não tiveram um filme péssimo de 1h e meia falando sobre como eles eram chatos antes de serem dignos pra levan... pera, universo errado.

Então com esse raciocínio você vai perceber que todo aquele chororô e reclamação prévias foram nada mais, nada menos que inúteis. Chega, vamos falar de coisa boa. E isso significa continuar falando de Universo DC.


A cena acima, retirada do trailer magnífico lançado durante a SDCC (E que também esteve presente em um frame no segundo trailer com um filtro verde [?]) mostra que Jason Todd, o menino problema já recebeu a graça do pé-de-cabra graças o Coringa. E simplesmente esse é o melhor estabelecimento de personagem que eu já vi num filme desses. Não tem frescura. "Ó, o Robin morreu tá ?!. Tá!"

Eu nunca pensei que eu ia ver isso no cinema. Junto com o fato da Barbara ter sido baleada e pra alguns estuprada pelo Coringa, eu creio que esse seja um dos acontecimentos mais fortes relacionados a um personagem do UDC. Ok que a Iris morreu, mas ninguém ligava pra ela. O Thawne fez um favor. Mas isso é discussão pra outro texto. A questão aqui é que acharam um jeito de estabelecer um Batman mais velho sem fazer dele um completo bocó. O último que fez isso direito foi o Mark Waid em Reino do Amanhã lá em 96.

E agora eu posso realmente dizer que eum 2018 eu quero ver Jason Todd sendo ressucitado de alguma forma (Pode ser até o soco na realidade) só pra se fuder e apanhar do Bruce e se Deus quiser, do Grayson também. Já que é pra falar de Robin, porra, façam a festa. Eu prometo que vejo o filme 72 horas seguidas, sem parar. Palavra de honra.

Até agora eu falei de introdução de personagens, falas e momentos épicos e de Batman. Vamos falar um pouco do homem de aço e fechar esse texto por hoje por que senão ele vai ficar muito grande. Vou tentar dividir ele em partes pra não deixar de falar nada, mas como vocês sabem eu sempre tenho mais a dizer sobre a DC.


E eu não poderia estar mais satisfeito com o Henry Cavill. Eu vi bastante gente reclamando que o Superman tá sendo meio tratado como o vilão da história, mas acho que eles não estão pensando direito. Olhem bem o personagem sendo esculachado por ter destruído a porra de uma cidade pra salvar essa imundice (Foi o Zod que disse...) da destruição em massa.

Sabe, eu creio quer a intenção do filme seja justamente essa. Dividir os espectadores não só por que você gosta do Batman ou do Superman mas sim por que eles realmente divergem em diversos pontos. Até agora, o que eu vejo, é o que o Bruce e seus motivos tão tomando conta da cabeça dele por inteiro, de forma que ele não enxergue de verdade a verdade. Manipulado pelo Lex ou não. Aliás, falaremos no Lex no próximo texto. E enquanto isso, o Clark só quer ajudar as pessoas sem ser cobrado por isso. Já dizia a mamãe Kent, ele não deve nada a esse mundo. Caras, ele é o Superman. O poder que ele tem vem de uma fonte praticamente sem fim. Ele não precisava de forma nenhuma abrir dialogo com a Senadora Finch. Por isso, antes de criticar a postura do personagem, tentem pensar como ele e isso vale tanto para o Superman, quanto para a raça humana representada pelo Batman.

Ok, Ok chega de falar por hoje. Vou ver se consigo começar a escrever a parte dois assim que terminar de publicar esta aqui. Fiquem atentos ao blog, senhoras e senhores. Afinal, as capas vermelhas estão vindo.


Share this

Related Posts

Previous
Next Post »